Fechar [X]


Notícias

NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

::  DIRETOR DO INMET PARTICIPA DO XVIII CONGRESSO METEOROLÓGICO MUNDIAL

11/06/2019 - OMM

DIRETOR DO INMET PARTICIPA DO XVIII CONGRESSO METEOROLÓGICO MUNDIAL

E DA 71ª SESSÃO DO CONSELHO EXECUTIVO DA OMM, EM GENEBRA

No período de 3 a 14 de junho de 2019, o diretor do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Carlos Edison Carvalho Gomes participa do 18° Congresso Meteorológico Mundial, da Organização Meteorológica Mundial (OMM), que acontece no Centro de Conferência Internacional de Genebra (CICG). O diretor também participará da 71ª sessão do Conselho Executivo que ocorrerá nos dias 17, 18 e 19 de junho, em Genebra, Suíça.

O principal objetivo do Congresso Meteorológico Mundial é eleger o Presidente, três Vice-Presidentes e membros do Conselho Executivo, pela maioria simples dos Estados Membros com direito ao voto. 

O Brasil sempre esteve no Conselho Executivo e vai disputar uma das vagas disponíveis para a América do Sul. O Conselho Executivo é responsável pela supervisão da execução dos programas científicos e técnicos da OMM e pelo acompanhamento do uso do orçamento da Organização.

A atuação do INMET junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) permite ao País alcançar uma posição de destaque ao lado das demais nações, mostrar sua posição territorial na América do Sul com destaque no clima, na produção de alimentos e geração de energia limpa. Tais encontros facilitam a troca de informações técnicas, o aprimoramento e moderno conhecimento usados na Meteorologia para a previsão de tempo e de clima, estudos dos padrões climáticos e o aperfeiçoamento técnico operacional, em mesmo nível de qualidade dos Serviços Meteorológicos de Hidrológicos de países desenvolvidos, de forma a oferecer à sociedade informações meteorológicas e climatológicas mais confiáveis, visando minimizar efeito de riscos climáticos na economia dos países.

Além disso, durante a 71ª sessão do Conselho Executivo serão discutidas as mudanças já introduzidas na OMM nas últimas décadas, abrangendo toda sua governança, programas técnicos e estrutura da sua Secretaria. São mudanças profundas, discutidas nos quatro anos anteriores, que agora serão votadas durante o Congresso. Todos os Serviços Meteorológicos e Hidrológicos serão diretamente afetados nas suas áreas técnicas e operacionais. O Congresso também vai definir o orçamento para 2020-2023, influenciando diretamente na contribuição do Brasil. A delegação do Brasil vai estar vigilante para que não haja aumento desse orçamento, mantendo o mesmo patamar anterior apenas permitindo a correção inflacionária.